segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Wishlist: Livros do Grupo Editorial Record

Olá galera, como estão? Hoje vou listar aqui alguns dos livros que deliciosamente quero muito! São lançamentos nacionais e alguns livros antigos, são estrangeiros ou desconhecidos. Aqui farei uma lista repleta de vários livros que quero imensamente mas tenho certeza de que nunca comprarei. Para viver com essa tristeza no meu coração, resolvi fazer estar listinha e compartilhar com vocês meus desabafos de bookaholic. 

Título: A imaginária
Autora: Adalgisa Nery
Páginas: 352
Editora: José Olympio

A imaginária é desses livros de que a gente não consegue se desprender. Relê-lo é redescobri-lo em toda a autenticidade que o caracteriza eo faz viver, viver angustiada e violentamente. Ô livro-choque, beleza dolorida e profunda!” - Carlos Drummond de Andrade. Lançado originalmente em 1959, best-seller de sua época, A imaginária retorna ao catálogo da José Olympio. Autobiográfico, o livro narra a história da personagem Berenice desde a sua infância até o seu marcante casamento. Fundamental para os interessados na produção feminina na literatura brasileira, mas também importante resgate de uma das mais célebres escritoras de seu tempo. 

“A meu ver, um grande romance, desses que depois de lidos nunca mais podem ser esquecidos: frases, momentos, episódios, figuras, gravam-se na memória para sempre… Amo esse livro tão diferente do que eu escrevo, porque tudo que contém uma verdade e tudo quanto é dito com a sinceridade da paixão concorre para elevar o homem e torná-lo melhor.” – Jorge Amado


Título: A rainha da neve
Autor: Michael Cunningham
Tradução: Regina Lyra
Páginas: 252
Editora: Bertrand Brasil 

Barrett Meeks, que acabou de perder mais um amor, está à deriva. Ao atravessar o Central Park, ele se vê repentinamente inspirado a erguer os olhos para o céu, onde uma luz pálida e translúcida parece encará-lo de uma forma nitidamente divina. Ao mesmo tempo, seu irmão mais velho Tyler, músico viciado em drogas, tenta em vão escrever uma canção de amor para sua noiva, Beth, que está gravemente doente.Barrett, assombrado por aquela luz, inesperadamente recorre à religião. Tyler, por sua vez, se convence cada vez mais de que apenas as drogas serão capazes de dar vazão à sua verve criativa mais profunda. E enquanto Beth tenta encarar a morte com o máximo de coragem possível, sua amiga Liz, uma mulher mais velha — cínica, porém perversamente maternal —, lhe oferece ajuda.
Guiados pela narrativa sublime de Michael Cunnningham, acompanhamos Barrett, Tyler, Beth e Liz à medida que trilham caminhos definitivamente distintos em sua busca coletiva pela transcendência. Numa prosa sutil e lúcida, o autor demonstra uma profunda empatia por seus conflituosos personagens, além de uma compreensão singular daquilo que reside no âmago da alma humana.

Michael Cunningham é autor de sete romances, entre os quais As Horas, vencedor dos prêmios PEN/Faulkner, Pulitzer e Stonewall Book Award. O autor foi entrevistado por Edney Silvestre na Feira de Paris de 2015.

“A Rainha da Neve apresenta o lado mais doce, compassivo, emocionalmente estimulante e diabolicamente divertido de Cunningham.” — Maria Russo, The New York Times



Título: As idades de Lulu
Autora: Almudena Grandes
Páginas: 252
Tradução: Luís Carlos Cabral
Editora: Bertrand Brasil

Ainda mergulhada em medos oriundos de uma infância desprovida de afeto, Lulu, uma jovem de quinze anos, é seduzida por Pablo, amigo de seu irmão mais velho, que sempre nutriu por ela um fascínio secreto. Após uma primeira experiência, Lulu aceita o desafio de prolongar indefinidamente, em seu relacionamento, a iniciação sexual através de peculiares preliminares e submissão. Mas o encanto de viver em um mundo tão ilusório, de repente, se quebra, quando Lulu, aos trinta anos, adentra, desamparada e febrilmente, o inferno dos desejos proibidos.Apontado por toda uma geração de leitores como uma crônica sentimental e passional do seu tempo, As Idades de Lulu revelou ao mundo o talento de Almudena Grandes. Nesta, que é a edição definitiva da obra, o texto foi inteiramente revisto pela autora, que também acrescenta um prólogo no qual recorda sua importância para a literatura espanhola contemporânea. 

Livro vencedor do Prêmio La Sonrisa Vertical, em 1989. O sucesso de As Idades de Lulu resultou na sua publicação em mais de vinte países e numa polêmica adaptação para o cinema.


Título: Luxúria
Autor: Fernando Bonassi
Páginas:368
Editora: Record

Quando Fernando Bonassi terminou de escrever Luxúria, a ascensão da nova classe C parecia anunciar um futuro de plena prosperidade no Brasil e a crise do abastecimento de água nas metrópoles do país soaria como ficção. Agora, no entanto, esta fábula contemporânea, sobre uma família comum, com ambições comuns, mas cujas escolhas aos poucos a leva a um cenário apocalíptico, parece anunciar os impasses desse Brasil em que progresso significa consumo.
Inebriados pelo crédito fácil neste “momento histórico de prosperidade”, como alardeiam as propagandas do governo, a família de um metalúrgico – que mora em uma casa financiada, com carro financiado e eletrodomésticos financiados – decide construir uma piscina no quintal de casa. Porém, como afirma um dos personagens, “Há tempos a água não significa pureza: é a mãe de todas as guerras”, e essa decisão aparentemente banal vai expor as bases instáveis em que se assenta a normalidade da classe média, num equilíbrio fraco entre a pobreza e o bem-estar, entre a família feliz e a tragédia.

Roteirista, dramaturgo e escritor, Fernando Bonassi teve mais de vinte obras publicadas, entre elas Subúrbio, Passaporte e Declaração universal do moleque invocado.

É autor dos roteiros dos filmes Os Matadores (direção de Beto Brant); Estação Carandiru (direção de Hector Babenco) e CazuzaO tempo não para (direção de Sandra Werneck e Walter Carvalho), e das peças Apocalipse 1,11 (em colaboração com o Teatro da Vertigem) e Arena conta Danton (com direção de Cibele Forjaz). Entre 2008 e 2014, em parceria com Marçal Aquino, criou e escreveu os seriados Força-Tarefa e O Caçador, para a Rede Globo.

Título: O santo inquérito
Autor: Dias Gomes
Páginas:126
Editora: Bertrand Brasil

O santo inquérito conta a história de Branca Dias, cristã nova e ingênua, filha de Simão Dias e noiva de Augusto Coutinho, que foi vítima de perseguição após cometer um ato que, aos seus olhos, julgava ser de extrema bondade: salvar de um afogamento o padre da cidade.
Esta é uma das grandes peças brasileiras modernas, por suas intenções artísticas e por suas preocupações sociais. Baseando-se num episódio histórico – ou lendário, como o de Branca Dias, vítima da Inquisição que alguns estudiosos veem como uma espécie de Joana D’Arc cabocla –, Dias Gomes afasta, de imediato, as fáceis, espetaculares e vistosas pompas que um escritor romântico traria para o palco. O que lhe importa é o conflito entre a pureza da personagem, a sua boa-fé, a sua sinceridade, e aqueles que deturpam seu comportamento, enxergando-o como uma ameaça à ordem e ao sistema de ideias estabelecidos.
O santo inquérito é outra manifestação do criativo talento do mestre do teatro que é Dias Gomes, de quem o público já conhece as aclamadas peças O Bem-Amado, Campeões do mundo e O pagador de promessas. 
Dias Gomes foi um dos mais prestigiados dramaturgos e autores de telenovelas brasileiros do século XX e foi eleito para a Cadeira 21 da Academia Brasileira de Letras em 1991.



Título: O amante japonês
Autora: Isabel Allende
Páginas: 294
Tradução: Joana Angélica D’Avila Melo
Editora: Bertrand Brasil

Em 1939, ano da ocupação da Polônia pelos nazistas, Alma Mendel, de oito anos, é enviada pelos pais para viver em segurança com os tios em São Francisco. Lá, ela conhece Ichimei Fukuda, filho do jardineiro japonês da família. Despercebido por todos ao redor, um caso de amor começa a florescer. Depois do ataque a Pearl Harbor, no entanto, os dois são cruelmente separados. Décadas depois, presentes e cartas misteriosos são descobertos trazendo à tona uma paixão secreta que perdurou por quase setenta anos. Varrendo através do tempo e abrangendo diferentes gerações e continentes, O amante japonês explora questões de identidade, abandono, redenção, e o impacto incognoscível do destino em nossas vidas.
Título: Sem tetas não há paraíso
Autor: Gustavo Bolívar Moreno
Páginas: 308
Tradução: Luís Carlos Cabral
Editora: Record

Catalina tem 14 anos e leva uma vida difícil em Pereira, na Colômbia. Sua melhor perspectiva para o futuro é se casar com o namorado, Albeiro, e construir uma vida simples. Mas não é o suficiente para ela. A felicidade é sinônimo de carros imponentes, imóveis majestosos, roupas de grife, perfumes caros, joias.

E o primeiro passo para conseguir tudo isso é colocar próteses de silicone. Afinal, Catalina é muito bonita, mas, por experiência própria, quando o assunto é sexo, peitos são o que os homens realmente querem. E os homens em questão são os traficantes de drogas colombianos. Assim, Catalina se vê em um ciclo vicioso: precisa do dinheiro de um traficante para a cirurgia, mas, ao mesmo tempo, só conseguirá chamar atenção de um deles quando tiver seios fartos. Determinada aencontrar um meio de obtê-los, ela é obrigada a enfrentar uma longa, violenta, exaustiva e, muitas vezes frustrante, jornada. Mas seria mesmo o silicone sinônimo de felicidade?

Best-seller internacional, com quase 70 mil exemplares vendidos.  Sem tetas não há paraíso teve direitos comprados para três diferentes adaptações para a televisão.
O livro foi adaptado para uma novela na Colômbia e está disponível no Netflix Brasil com o título Sin tetas no hay paraíso. E sim, é claro que eu vou assistir.

Essa é a minha listinha de desejados, espero um dia poder ler esses livros. E você, o que achou? Se interessou por algum? Já leu algum? Conte-me, deixe um comentário! 

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Por que nunca irá comprar? UÉ, Coragem, um dia rola! AHHA

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo bem? Não entendi o por quê de que nunca irá comprar. Bom, não li nenhum desses, mas gostei bastante da sinopse do livro Sem tetas não há paraíso.
    Beijos

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari, tudo bem?
    Sonhar sempre viu e nunca desistir. Fica calma que vai ver você não ganha na loteria e pode comprar mais do que esses livros?!
    Livros interessantes e bem legais, espero que possa ler eles.
    Beijão,

    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. As idades de Lulu parece ser bem interessante, não conhecia essa editora e achei super leal ;)
    irianneveloso.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe um comentário! Sua opinião é muito importante para mim.
Não se esqueça de deixar o link de seu blog caso você tenha um, quero saber quem é você!


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©